Coleção O

Quiquiriqui

Marisa Núñez & Helga Bansch

ISBN 978-84-9871-158-5

14,00

Quantidade:
INFORMACIÓN
  • Páginas 36 págs.
  • Encuadernación cartonado
  • Medidas 25x23 cm
  • Publicación julho 2009

Quiquiriqui é um pintainho que vive feliz com a mãe. Um dia, a Mamã Galinha vai fazer um bolo e o pintainho oferece-se para ir buscar lenha para acender o forno. Quando está em plena acção, aparece um gato enorme e malvado que o quer comer; mas o Quiquiriqui consegue salvar a vida prometendo-lhe metade do lanche. Uma vez passado o perigo, o guloso do Quiquiriqui esquece o pacto e come o bolo inteiro. A mamã zanga-se: “Vai chegar o Gato Pelado e vai comer-te num só bocado!”.


Descrição

Quiquiriqui é um pintainho que vive feliz com a mãe. Um dia, a Mamã Galinha vai fazer um bolo e o pintainho oferece-se para ir buscar lenha para acender o forno. Quando está em plena acção, aparece um gato enorme e malvado que o quer comer; mas o Quiquiriqui consegue salvar a vida prometendo-lhe metade do lanche. Uma vez passado o perigo, o guloso do Quiquiriqui esquece o pacto e come o bolo inteiro. A mamã zanga-se: “Vai chegar o Gato Pelado e vai comer-te num só bocado!”. Nisto ouve-se um barulho na porta: é o Gato Pelado que vem buscar a sua metade do bolo…

 

Quiquiriqui é uma adaptação livre de um conto tradicional birmanês que fala sobre a necessidade de prestar atenção aos bons conselhos, da importância de cumprir as promessas e da dificuldade que aprender a partilhar implica.

O pintainho provoca a fúria do gato ao não deixar-lhe nada para lanchar, mas a compreensiva Mamã Galinha protegerá o seu pequenino, ajudando-o a sair deste mau bocado e dando-lhe outra oportunidade de aprender a lição.

As ilustrações luminosas, de cores vivas, muito de acordo com o ritmo do texto, contribuem para perfilar com mestria os sentimentos das personagens: a inquietação do pintainho, a ternura da galinha, a fúria do gato… Intercalando colagens e diversas texturas matéricas com o desenho de traço fino e delicado, a imagem consegue transmitir a ternura da história e entrar no coração dos mais pequenos.

Com uma linguagem simples e tirando muito partido das palavras, deparamo-nos com um conto divertido com três personagens, que comunica com todos os sentidos do leitor, independentemente da idade.

 

Texto de Marisa Núñez, a partir de um conto popular birmanês

Ilustrações de Helga Bansch

Tradução Dora Batalim Sottomayor