Colecção O
Out of Stock

Mariluz Avestruz

Rachel Chaundler & Bernardo Carvalho

ISBN 978-84-9871-028-1

13,50

Esgotado

INFORMACIÓN
  • Páginas 36 págs.
  • Encuadernación cartonado
  • Medidas 25x23 cm
  • Publicación abril 2008

Mariluz Avestruz tem uma magnífica cauda. Durante a noite, para não amarrotar as penas, dorme com a cabeça enterrada no chão e com o rabo no ar. Uma manhã, ao despertar, estica o pescoço e sente que a sua cabeça não se mexe. Mariluz pateia, esperneia, abana a cauda, e puxa, e puxa, e puxa…; mas a cabeça está mesmo enterrada e não sai.

 


Descrição

Mariluz Avestruz tem uma magnífica cauda. Durante a noite, para não amarrotar as penas, dorme com a cabeça enterrada no chão e com o rabo no ar. Uma manhã, ao despertar, estica o pescoço e sente que a sua cabeça não se mexe. Mariluz pateia, esperneia, abana a cauda, e puxa, e puxa, e puxa…; mas a cabeça está mesmo enterrada e não sai.

 

Com reminiscências do antigo conto russo de Tolstoi, em que um velho lavrador encontra um nabo gigante e necessita da colaboração de todos para o arrancar, Mariluz Avestruz reflecte claramente que o poder reside na associação, no esforço em equipa: necessitamos de todos para que as coisas funcionem. Mas Mariluz aprenderá também que a luz do dia é muito mais importante do que a sua bela cauda e já não esquecerá que… só as avestruzes tontas dormem com a cabeça enterrada no chão.

 

O ilustrador português Bernardo Carvalho oferece-nos uma narração visual que nos faz viajar até à selva africana, através de uma linguagem muito clara para os primeiros leitores. São serigrafias em cores planas, traços vivos e dinâmicos para criar personagens divertidas e muito expressivas, através desta técnica limpa e directa.

 

Texto de Rachel Chaundler

Ilustrações de Bernardo Carvalho

Tradução Dora Batalim Sottomayor